Notícia

Ministro: As concessões em SC

20/01/2009

Florianópolis, 16.01.04 - O presidente da Fiesc deflagrou ontem o processo de mobilização dos empresários catarinenses para uma reunião segunda-feira, às 20 horas, na sede da entidade, com o ministro Anderson Adauto. Objetivo: debater o programa Parceria Público-privado e lançar o pacote de concessão de rodovias federais em Santa Catarina. A visita foi decidida pelo ministro dos Transportes, em audiência em Brasília com o governador Luiz Henrique. O entusiasmo de Anderson Adauto para tratar da questão chamou a atenção de todos os participantes do encontro. Alguns atribuíram a empolgação à notícia de que tivera sobre sua permanência no governo, confirmada pelo vice José Alencar. Outros, ao início do processo de construção de rodovias e ferrovias com a participação da iniciativa privada, única saída para tirar o governo do marasmo no setor. O ministro falou com o presidente José Faraco sobre o significado do encontro. Anunciou que o pacote deverá compreender o trecho da BR-282 no Extremo-oeste até a fronteira com a Argentina; a Ferrovia do Frango, a partir de Caçador em direção ao Oeste; e o trecho Norte da BR-101, que precisa de pedágio para viabilizar empréstimo do BID. Anderson Adauto revelou ter obtido uma redução na duplicação da BR-101 Sul de 36%. A Fiesc considera a reunião com ministro de importância vital para o Estado. Será uma oportunidade para mostrar que sem regras claras, o PPP poderá fracassar, por não oferecer segurança aos investidores.